THIRD PART WORKS

  • 05-2010-capa-globalization-and-competition
  • 13-1988-capa-lucro-acumulacao-e-crise-2a-edicao
  • 08-1984-capa-desenvolvimento-e-crise-no-brasil-1930-1983
  • 2014-capa-developmental-macroeconomics-new-developmentalism
  • 15-1968-capa-desenvolvimento-e-crise-no-brasil-1930-1967
  • 04-2016-capa-macroeconomia-desenvolvimentista
  • 10-1999-capa-reforma-del-estado-para-la-ciudadania
  • 05-2009-capa-globalizacao-e-competicao
  • 2006-capa-as-revolucoes-utopicas-dos-anos-60
  • 06-2009-capa-construindo-o-estado-republicano
  • 02-2021-capa-a-construcao-politica-e-economica-do-brasil
  • 09-1993-capa-reformas-economicas-em-democracias-novas
  • 05-2010-capa-globalixacion-y-competencia
  • 10-1998-capa-reforma-do-estado-para-a-cidadania
  • 05-2009-capa-mondialisation-et-competition
  • 11-1992-capa-a-crise-do-estado
  • 16-2015-capa-a-teoria-economica-na-obra-de-bresser-pereira-3
  • 03-2018-capa-em-busca-de-desenvolvimento-perdido
  • 17-2004-capa-em-busca-do-novo
  • 09-1993-capa-economic-reforms-in-new-democracies
  • 07-2004-capa-democracy-and-public-management-reform
  • 12-1982-capa-a-sociedade-estatal-e-a-tecnoburocracia
  • 01-2021

Em memória de François Chesnais

Leda Maria Paulani
site da Sociedade Brasileira de Economia Política

Em 28 de outubro, o mundo perdeu o grande economista marxista e ativista francês François Chesnais, seguramente um dos mais argutos analistas da cena econômica contemporânea. 
A comunidade dos economistas políticos do Brasil, que, em sua diversidade, a Sociedade Brasileira de Economia Política (SEP) busca representar, externa o seu imenso pesar pela perda desse companheiro. 
Difícil encontrar dentre nós alguém que não tenha sido influenciado por seus estudos e suas análises, sobretudo no que concerne ao caráter rentista e financeirizado do capitalismo de hoje, que ele premonitoriamente começou a desvendar há quase três décadas.  
Intelectual engajado e tendo o socialismo como norte, Chesnais nunca abandonou, ao lado da intensa atividade de docência e pesquisa, a militância política em prol de um mundo menos bárbaro e fetichizado. 
Sua obra permanecerá como legado de toda uma vida dedicada não só à compreensão das contradições que constituem o modo de vida comandado pelo capital, mas também da luta para transformar esse mundo e colocá-lo a serviço da humanidade e sob seu comando consciente.
Que ele sirva de inspiração para que, sobretudo nos dias que correm, não desistamos dessa luta.
François Chesnais, presente!