OTHER TYPES OF WORKS

  • 03-2018-capa-em-busca-de-desenvolvimento-perdido
  • 05-2009-capa-globalizacao-e-competicao
  • 08-1984-capa-desenvolvimento-e-crise-no-brasil-1930-1983
  • 10-1999-capa-reforma-del-estado-para-la-ciudadania
  • 2006-capa-as-revolucoes-utopicas-dos-anos-60
  • 04-2016-capa-macroeconomia-desenvolvimentista
  • 2014-capa-developmental-macroeconomics-new-developmentalism
  • 10-1998-capa-reforma-do-estado-para-a-cidadania
  • 15-1968-capa-desenvolvimento-e-crise-no-brasil-1930-1967
  • 07-2004-capa-democracy-and-public-management-reform
  • 13-1988-capa-lucro-acumulacao-e-crise-2a-edicao
  • 12-1982-capa-a-sociedade-estatal-e-a-tecnoburocracia
  • 06-2009-capa-construindo-o-estado-republicano
  • 05-2010-capa-globalization-and-competition
  • 16-2015-capa-a-teoria-economica-na-obra-de-bresser-pereira-3
  • 11-1992-capa-a-crise-do-estado
  • 09-1993-capa-reformas-economicas-em-democracias-novas
  • 05-2010-capa-globalixacion-y-competencia
  • 17-2004-capa-em-busca-do-novo
  • 05-2009-capa-mondialisation-et-competition
  • capa-novo-desenvolvimentismo-duplicada-e-sombreada
  • 02-2021-capa-a-construcao-politica-e-economica-do-brasil
  • 01-2021
  • 01-2021-capa-new-developmentalism
  • 09-1993-capa-economic-reforms-in-new-democracies

Taxa de câmbio, doença holandesa, e industrialização

Luiz Carlos Bresser-Pereira

Cadernos FGV Projetos, 5 (14): 68-73. Intervenção no Seminário patrocinado por FGV Projetos e pela Escola de Economia de São Paulo da Fundação Getúlio Vargas, Perspectivas da Taxa de Câmbio 2010, São Paulo, 5 de março de 2010.

Embora seja uma economia sólida, o Brasil vive um processo de desindustrialização. Dados mostram que o país está perdendo capacidade exportadora e competitividade. Para o professor de economia e teoria política e social da Fundação Getúlio Vargas, Luiz Carlos Bresser-Pereira, este quadro acontece, principalmente, devido à alta valorização da taxa de câmbio. Ele defende que a taxa de câmbio é controlada pela crise de balanço de pagamentos e que a taxa de equilíbrio real da economia brasileira é a taxa de câmbio de equilíbrio industrial. A doença holandesa, uma falha de mercado que atinge quase todos os países em desenvolvimento, é um assunto que foi bastante explorado por Bresser-Pereira em sua conferência, como um problema que pode se agravar com a exploração do pré-sal e que não está sendo enfrentado pelo nosso país. A excessiva entrada de capitais no Brasil, a política de crescimento com poupança externa e o populismo cambial baseado em taxa de câmbio apreciada são outros fatores citados como responsáveis pela tendência que dificulta ou inviabiliza a industrialização e o crescimento do país.