OTHER TYPES OF WORKS

  • 2014-capa-developmental-macroeconomics-new-developmentalism
  • 05-2010-capa-globalixacion-y-competencia
  • 05-2010-capa-globalization-and-competition
  • 2006-capa-as-revolucoes-utopicas-dos-anos-60
  • 15-1968-capa-desenvolvimento-e-crise-no-brasil-1930-1967
  • 02-2021-capa-a-construcao-politica-e-economica-do-brasil
  • 01-2021
  • 17-2004-capa-em-busca-do-novo
  • 05-2009-capa-globalizacao-e-competicao
  • 10-1998-capa-reforma-do-estado-para-a-cidadania
  • 04-2016-capa-macroeconomia-desenvolvimentista
  • 10-1999-capa-reforma-del-estado-para-la-ciudadania
  • 12-1982-capa-a-sociedade-estatal-e-a-tecnoburocracia
  • 11-1992-capa-a-crise-do-estado
  • 07-2004-capa-democracy-and-public-management-reform
  • 09-1993-capa-reformas-economicas-em-democracias-novas
  • 13-1988-capa-lucro-acumulacao-e-crise-2a-edicao
  • 09-1993-capa-economic-reforms-in-new-democracies
  • 16-2015-capa-a-teoria-economica-na-obra-de-bresser-pereira-3
  • 08-1984-capa-desenvolvimento-e-crise-no-brasil-1930-1983
  • 05-2009-capa-mondialisation-et-competition
  • 06-2009-capa-construindo-o-estado-republicano
  • 03-2018-capa-em-busca-de-desenvolvimento-perdido

A eleição de 2 de outubro

As eleições de 2 de outubro foram uma vitória da democracia. Elas ocorreram de maneira tranquila sob o comando da lei bem implementada pelo TSE. As previsões de golpe revelaram-se infundadas, confirmando que a democracia está consolidada no Brasil.

A grande surpresa foram os votos em Bolsonaro, bem mais altos do que previam as pesquisas. Confirmou-se, porém, o que tem acontecidos nas últimas eleições presidenciais: os ricos votam no candidato conservador e os pobres, no progressista.  

Com uma ressalva: Bolsonaro não é um conservador; é um fascista – é contra a democracia e os direitos humanos. No governo, tentou mais de uma vez dar um golpe. E foi responsável por pelo menos 500 mil mortes pela Covid que poderiam ter sido evitadas.

Os conservadores que votaram em Bolsonaro confundiram conservadorismo com fascismo. O conservadorismo é uma ideologia responsável, o fascismo, não. Essa confusão é indesculpável. Para mim quem votou em Bolsonaro não é um verdadeiro cidadão brasileiro. 

Em 30 de outubro, estou seguro de que Lula vencerá as eleições. A cidadania vencerá o fascismo.