OTHER TYPES OF WORKS

  • 13-1988-capa-lucro-acumulacao-e-crise-2a-edicao
  • 15-1968-capa-desenvolvimento-e-crise-no-brasil-1930-1967
  • 12-1982-capa-a-sociedade-estatal-e-a-tecnoburocracia
  • 09-1993-capa-reformas-economicas-em-democracias-novas
  • 06-2009-capa-construindo-o-estado-republicano
  • 11-1992-capa-a-crise-do-estado
  • 2014-capa-developmental-macroeconomics-new-developmentalism
  • 05-2009-capa-globalizacao-e-competicao
  • 16-2015-capa-a-teoria-economica-na-obra-de-bresser-pereira-3
  • 10-1999-capa-reforma-del-estado-para-la-ciudadania
  • 08-1984-capa-desenvolvimento-e-crise-no-brasil-1930-1983
  • 2006-capa-as-revolucoes-utopicas-dos-anos-60
  • 04-2016-capa-macroeconomia-desenvolvimentista
  • 05-2010-capa-globalization-and-competition
  • 01-2021
  • 02-2021-capa-a-construcao-politica-e-economica-do-brasil
  • 09-1993-capa-economic-reforms-in-new-democracies
  • 05-2010-capa-globalixacion-y-competencia
  • 07-2004-capa-democracy-and-public-management-reform
  • 05-2009-capa-mondialisation-et-competition
  • 03-2018-capa-em-busca-de-desenvolvimento-perdido
  • 17-2004-capa-em-busca-do-novo
  • 10-1998-capa-reforma-do-estado-para-a-cidadania

Solidária, republicana e realista

Luiz Carlos Bresser-Pereira

Nota no Facebook e no Twitter, 8.11.2020

.


 A vitória de Biden foi uma vitória do povo americano, foi uma vitória das pessoas de cor e das mulheres. Foi, para todos nós, uma vitória da democracia e dos direitos humanos, que Trump ameaçava. Foi uma derrota do populismo de extrema-direita.



Mas não nos enganemos. Os Estados Unidos continuarão imperialistas e belicistas. Continuarão procurando impor o liberalismo econômico ao resto do mundo, embora o fundamentalismo de mercado tenha fracassado mais uma vez em 2008.

Continuarão fazendo guerras no Oriente Médio, as quais, ou se transformam em simples derrotas, como foi o caso da Síria, ou em vitórias de Pirro, como foi no Iraque, na Líbia e no Afeganistão.



E nós, no Brasil, continuaremos com o pior dos dois mundos, com o populismo de extrema direita e com o fundamentalismo de mercado.

Há uma saída democrática, desenvolvimentista, social e ambiental, mas para caminhar nessa direção os brasileiros precisam rejeitar o liberalismo desenfreado e pensar de maneira solidária, republicana e realista.