OTHER TYPES OF WORKS

  • 05-2010-capa-globalization-and-competition
  • 10-1999-capa-reforma-del-estado-para-la-ciudadania
  • 07-2004-capa-democracy-and-public-management-reform
  • 2006-capa-as-revolucoes-utopicas-dos-anos-60
  • 13-1988-capa-lucro-acumulacao-e-crise-2a-edicao
  • 08-1984-capa-desenvolvimento-e-crise-no-brasil-1930-1983
  • 10-1998-capa-reforma-do-estado-para-a-cidadania
  • 2014-capa-developmental-macroeconomics-new-developmentalism
  • 05-2010-capa-globalixacion-y-competencia
  • 01-2021
  • 17-2004-capa-em-busca-do-novo
  • 03-2018-capa-em-busca-de-desenvolvimento-perdido
  • 15-1968-capa-desenvolvimento-e-crise-no-brasil-1930-1967
  • 04-2016-capa-macroeconomia-desenvolvimentista
  • 12-1982-capa-a-sociedade-estatal-e-a-tecnoburocracia
  • 16-2015-capa-a-teoria-economica-na-obra-de-bresser-pereira-3
  • 02-2021-capa-a-construcao-politica-e-economica-do-brasil
  • 09-1993-capa-economic-reforms-in-new-democracies
  • 11-1992-capa-a-crise-do-estado
  • 05-2009-capa-mondialisation-et-competition
  • 09-1993-capa-reformas-economicas-em-democracias-novas
  • 05-2009-capa-globalizacao-e-competicao
  • 06-2009-capa-construindo-o-estado-republicano

Monstro de três cabeças

Luiz Carlos Bresser-Pereira

Nota no Facebook, 14.12.2019

.Ontem a vitória do Partido Conservador no Reino Unido marcou mais um capítulo da crise do neoliberalismo e do seu projeto de globalização. Como foi o caso da eleição de Trump em 2016 e o referendo do Brexit no mesmo ano, o vitorioso foi o nacionalismo conservador. A esquerda em todo mundo vem fazendo a crítica do neoliberalismo desde os anos 1980, mas afinal quem está destruindo o fundamentalismo de mercado e defendendo uma política desenvolvimentista de intervenção moderada do Estado na economia não são os partidos de esquerda mas os partidos conservadores nos dois países onde, em 1980, a "virada neoliberal" - a transição da social-democracia desenvolvimentista para o neoliberalismo - foi mais marcante. 
O projeto da globalização dos Estados Unidos fracassou porque o grande vitorioso da liberalização comercial foi a China; o neoliberalismo fracassou no plano econômico por essa mesma razão e fracassou no plano político porque os trabalhadores brancos ou a baixa classe média nos Estados Unidos e no Reino Unido foram objetivamente prejudicados pela liberalização comercial.
Enquanto isso o Brasil mergulha no neoliberalismo com Bolsonaro e o ministro Paulo Guedes. Mas, como analisou muito bem hoje Fernando Haddad, esse governo não é apenas neoliberal, é também autoritário, com o ministro Sérgio Moro, fundamentalista com a ministra Damaris de Oliveira e neoliberal com o ministro Paulo Guedes. Haddad denominou-o "geringonça", mas eu prefiro denominá-lo um monstro de três cabeças.