OTHER TYPES OF WORKS

  • 07-2004-capa-democracy-and-public-management-reform
  • 06-2009-capa-construindo-o-estado-republicano
  • 15-1968-capa-desenvolvimento-e-crise-no-brasil-1930-1967
  • 01-2021
  • 05-2009-capa-globalizacao-e-competicao
  • 02-2021-capa-a-construcao-politica-e-economica-do-brasil
  • 04-2016-capa-macroeconomia-desenvolvimentista
  • 2014-capa-developmental-macroeconomics-new-developmentalism
  • 13-1988-capa-lucro-acumulacao-e-crise-2a-edicao
  • 10-1998-capa-reforma-do-estado-para-a-cidadania
  • 09-1993-capa-reformas-economicas-em-democracias-novas
  • 08-1984-capa-desenvolvimento-e-crise-no-brasil-1930-1983
  • 05-2010-capa-globalixacion-y-competencia
  • 11-1992-capa-a-crise-do-estado
  • 03-2018-capa-em-busca-de-desenvolvimento-perdido
  • 12-1982-capa-a-sociedade-estatal-e-a-tecnoburocracia
  • 17-2004-capa-em-busca-do-novo
  • 2006-capa-as-revolucoes-utopicas-dos-anos-60
  • 05-2010-capa-globalization-and-competition
  • 05-2009-capa-mondialisation-et-competition
  • 09-1993-capa-economic-reforms-in-new-democracies
  • 10-1999-capa-reforma-del-estado-para-la-ciudadania
  • 16-2015-capa-a-teoria-economica-na-obra-de-bresser-pereira-3

Visita a Lula na prisão

Luiz Carlos Bresser-Pereira

Nota no Facebook, 18.5.2019

.




Na última quinta-feira eu visitei Lula. Ele está em ótima forma física e psíquica. Sua grande preocupação agora é com a defesa da soberania - com a união dos brasileiros para defender o Brasil e seu povo contra isso que está aí. Sua maior demanda é a de ter reconhecida sua inocência. Está apaixonado e seu primeiro projeto ao sair da prisão é se casar.

Seu grande projeto é o de negociar um grande acordo nacional em defesa dos trabalhadores e das empresas - em defesa da soberania necessária para a retomada do desenvolvimento. No plano internacional diz que é contra qualquer intervenção na Venezuela, mas que é preciso reconhecer os erros de Maduro e do próprio Chávez. Conta que muitas vezes aconselhou o Chávez, que era uma pessoa ótima, mas cabeça-dura. Ouvia os conselhos com atenção, mas não os seguia.

Foi uma honra ter sido convidado por Lula para visitá-lo. Ele estava mais interessado em discutir a crise atual do que ideias. Disse-me que quando sair da prisão, vai me convidar para um almoço só para me ouvir falar sobre câmbio. Eu lhe dei uma cópia do meu livro A Construção Política do Brasil, onde afirmo que fez um belo governo, mas errou em deixar o juro alto e o câmbio apreciado.

Está mais do que na hora de os brasileiros verem Lula livre. Já é tempo de o STF reconhecer tacitamente que ele foi vítima de uma estratégia política através da qual a Força Tarefa da Lava Jato buscou apoio das elites liberal-conservadoras para sua carreira política.

A política brasileira precisa de um líder sem ressentimentos como é Lula. Livre, ele lutará pelo grande acordo nacional que é tão necessário para o Brasil sair da crise em que está mergulhado desde 2014.