HOME SOBRE BRESSER-PEREIRA PÁGINA NO FACEBOOK
BONS ARTIGOS QUE LI BONS FILMES QUE ASSISTI

BRAZILIAN JOURNAL OF POLITICAL ECONOMY

OLHAR O MUNDO FALE CONOSCO
     
 

Quem é/Who is

A guide to my work
Currículos / CVs
Short cv & bio
Textos autobiográficos
Sobre Bresser-Pereira

Tipos de Trabalhos

Livros
Livros na íntegra
Livros organizados (edited)
Papers
Pequenos textos, prefácios, etc.
Texto para Discussão
Artigos de jornal & Entrevistas
Principais Entrevistas
Notas no Facebook
Cartas
Críticas de Cinema
Documentos & Relatórios
Programas / Syllabus
Apresentações / Slides
Vídeos e Áudios





Outros idiomas

Works in English
Weekly Columns
Oeuvres en Français
Trabajos en Español

Método

Método científico

Novo Desenvolvimentismo

Novo Desenvolvimentismo (textos básicos)
Desenvolvimentismo Clássico (textos básicos)
Novo Desenvolvimentismo (economia política)
Novo Desenvolvimentismo (teoria econômica)
Novo Desenvolvimentismo (aplicado)
Novo Desenvolvimentismo (contribuições e críticas de terceiros)

Sociedade-Capitalismo

Teoria social - textos básicos
Teoria social (todos)
Capitalismo e modernidade
Classes e tecnoburocracia
Revolução Capitalista e ...
Revoluções, Revoltas e Movimentos
Globalização
Organização administração
Estatismo e URSS

Política

Teoria política - textos básicos
Teoria política (todos)
Teoria do Estado
Sociedade civil
Republicanismo e direitos de cidadania
Teoria da Democracia
Ciclos do Estado
Populismo político e econômico
Nação e nacionalismo
Social democracia e esquerda
Neoliberalismo e globalismo
Interpretações do Brasil
Pactos políticos e coalizões de classes - Br
Democracia no Brasil
Teoria da Dependência
História intelectual
Perfis individuais
Política Externa - Br
Burocracia pública - Br
Empresários e administradores - Br
Reforma da universidade
Conjuntura Política - Br
Reforma Gerencial - Teoria
Reforma Gerencial - Brasil

Economia

Teoria econômica - Textos básicos
Teoria econômica (todos)
Teoria do Desenvolvimento Econômico
Crítica da teoria neoclássica
Desigualdade e Distribuição
Teoria macroeconômica
Política e Economia
Câmbio e poupança externa
Câmbio e Doença Holandesa
Câmbio e crescimento
Crises econômico-financeiras
Dívida externa
Investimentos e taxa de lucro
Inflação
Inflação inercial
Comércio e integração
Economia mundial
Crise global de 2008
Desenvolvimento econômico - Br
Macroeconomia do Brasil
Populismo econômico - Br
Desindustrialização - Br
Crise fiscal do Estado - Br
Planos de estabilização - Br
Plano Bresser
Quase-estagnação desde 1980 - Br
Conjuntura Econômica - Br

Países e regiões

Relações internacionais
América Latina
Argentina
Estados Unidos
Europa

Trabalhos de terceiros

Bons artigos que li recentemente
Reforma Gerencial - Terceiros
Cursos
Debate sobre "Crescimento com Estabilidade"(2001)
Notícias e Comentários

Ações / Ministérios

Ministério da Fazenda
Plano Bresser
MCT Ministério da Ciência & Tecnologia
Fundação Getulio Vargas, São Paulo

MARE - Ministério da Reforma do Estado

Documentos da Reforma
Reforma Gerencial - Teoria
Reforma Gerencial - Brasil
Reforma Gerencial - Terceiros
Agências Executivas e Reguladoras
Organizações Sociais
Gestão da Saúde
Gestão da Educação
Implementação Nível Federal
Implementação São Paulo
Implementação Minas Gerais
Implementação Outros Estados
Bibliografia da Reforma da Gestão Pública
Cadernos MARE
América Latina: Declaração de Madri (Clad)
Leis sobre Organizações Sociais
 
 
 

 


“A missão do Projeto Brasil Nação é pensar o Brasil, é ajudar a refundar a nação brasileira, é unir os brasileiros em torno das ideias de nação edesenvolvimento – não apenas do ponto de vista econômico, mas de forma integral: desenvolvimento político, social, cultural, ambiental; em síntese, desenvolvimento humano. Os cinco pontos econômicos do Projeto Brasil são seus instrumentos – não os únicos instrumentos, mas aqueles que mostram que há uma alternativa viável e responsável para o Brasil.”

2017. Manifesto que um grupo de brasileiros preocupados com a crescente divisão da sociedade brasileira escreveram entre janeiro e abril deste ano. Este manifesto foi originalmente subscrito pelas personalidades cujos nomes aparecem abaixo do manifesto, e está aberto para subscrição pública. Manifesto lançado no último dia 27 de abril por um grupo de brasileiros preocupados com a crescente divisão da sociedade brasileira.
Esclarecemos que o Projeto Brasil Nação é totalmente isento de
ônus ou pagamento de qualquer natureza.

O manifesto Susbcritores Assine o manifesto Notícias e comentários

Total de subscritores até agora: 10901




2017-I propose twelve new-developmental ecnomic reforms for Brazil (Facebook page)

2017 - Since 1990, the Brazilian economy is quasi-stagnant under a liberal economic policy regime. Rentier-financier liberalism is incompatible with growth, because it keeps interest rates very high and the exchange rate overvalued in the long-term. (Paper: Estudos Avançados).
2017. The Dutch disease is an economic problem that a simple economic policy may resolve, while the natural resource curse is a political-cultural problem very difficult to resolve. Paper presented in St. Petersburg.
 
 
2017. The Brazilian economy is quasi stagnant from 1990, because since the 1980s it dos not have public savings to finance public investments, and because, since 1990, it is caught in a high interest rate-overvalued currency trap that makes the competent industrial firms not competitive and unable to invest. 2017. Em países em desenvolvimento a sofisticação produtiva e o aumento da produtividade podem ser melhor explicados pela transferência de trabalhadores e técnicos para os setores mais sofisticados, do que pelos rendimentos crescentes, que são mais relevantes para os países ricos.

 


   
         
A Construção Política do Brasil
2014. An encompassing analysis of Brazil's society, economy and politics since the Independence....
  Developmental Macroeconomics
2014. With Nelson Marconi and José Luís Oreiro. Developmental Macroeconomics is a book on developmen...
  Macroeconomia Desenvolvimentista
Macroeconomia Desenvolvimentista, com José Luis Oreiro e Nelson Marconi (Rio de Janeiro: Elsevier, 2016), é uma tradução substancialmente melhorada (porque é um work in progress) de Developmental Macroeconomics (Londres: Routledge 2014). Este livro sistematiza a teoria econômica do Novo Desenvolvimentismo – uma abordagem teórica mais ampla que contém também uma economia política e um método.




 
filmes cotados: 1424
 
'Memórias de um Assassino' (Joon-ho Bong, escr. (2003) Coreia do Sul c/ Kang-ho Song, Sang-kyung Kim (inspetor de Seul), Roe-ha Kim |) Na busca de um assassino em série, no interior da Coreia do Sul, 1m 1986, um grande filme. Uma história dramática de policiais e sua sua violência.

'A Garota Ocidental - Entre o Coração e a Tradição (Noces)' (Stephen Strecker, escr. (2016) Bélgica e Paquistão c/ Lina El Arabi, Sébastien Houbani, Babak Karimi, Olivier Gourmet, Alice de Lencquesaing ) No paçado era a honra, no presente, o dinheiro, a fonte maior da injustiça.

'Paris Pode Esperar' (Eleanor Coppola, escr (2016) EUA c/ Diane Lane, Arnaud Viard, Alec Baldwin) A bela França, a sofisticação à mesa e em tudo.

'Mulher Maravilha' (Patty Jenkins (2017) EUA Rot: Allan Heinberg História: Zack Snyder, Allan Heinberg e Jason Fuchs c/ Gal Gadot, Chris Pine, Robin Wright (Antiope), Connie Nielsen (Hypolita), Dany Houston (Ludendorff), David Thewlis (Sir Patrick)) O mito, o bem tornado belo contra o mal, nossa humanidade contraditória. Uma maravilhosa obra de arte coletiva.

'Reset - O Novo Ballet da Ópera de Paris (Relève: Histoire d'une Création) (doc)' (Thierry Demaizière e Alban Teurlai (2017) França c/ Benjamin Millepied) A criação artístistica é sempre um mistério.

 
     
Reforma gerencial e legitimação do Estado Social
2017. Este artigo relaciona três fatos históricos novos após a II Guerra Mundial: o surgimento do estado social ainda nos anos 1940, sua contestação por uma ideologia neoliberal rentista e financista que se torna dominante a partir dos anos 1980, e a formulação e adoção da reforma gerencial como uma forma de legitimar o estado social ante o ataque que estava sofrendo, tornando a provisão dos seus grandes serviços sociais universais mais e cientes.

Como sair do regime liberal de política econômica e da quase-estagnação desde 1990
2017 - Since 1990, the Brazilian economy is quasi-stagnant under a liberal economic policy regime. Rentier-financier liberalism is incompatible with growth, because it keeps interest rates very high and the exchange rate overvalued in the long-term. (Paper: Estudos Avançados).

How to neutralize the Dutch disease notwithstanding the natural resource curse
2017. The Dutch disease is an economic problem that a simple economic policy may resolve, while the natural resource curse is a political-cultural problem very difficult to resolve. Paper presented in St. Petersburg.

 
O Brasil tem tembém seu Dom Quixote
2017. O economista e ex-ministro brasileiro Luiz Carlos Bresser-Pereira, um defensor da teoria novo-de desenvolvimentista, decidiu sair da aposentadoria política para ajudar seu país. (Entrevistado por Claire Gatinois)

Un Don Quichotte au chevet de l'économie brésilienne
L'économiste et ancien ministre brésilien Luiz Carlos Bresser-Pereira, adepte des théories développementistes, a décidé de sortir de sa retraite pour venir en aide à son pays.

Bresser lança nesta quinta em Porto Alegre o Projeto Brasil Nação
Leandro Fontoura (2017) Evento na Assembleia Legislativa apresentará movimento apartidário que milita pela retomada do desenvolvimento econômico, diminuição das desigualdades e pela proteção ambiental.

Ato de lançamento: Manifesto do Projeto Brasil Nação
2017. Lançamento em Porto Alegre

Crise bancária na China? (Valor Econômico)
2017. Com Lucas Dib. Caso as políticas e estruturas criadas para diluição, absorção e mitigação das crises não sejam suficientes para contê-las, as autoridades possuem condições de agir forte e rapidamente para cumprir a garantia de emprestador de última instância, e manter a economia ativa.

 
Arthur Piza
Discours à la crémation de Arthur Piza. Paris, le 2 Juin 2017.

Um intelectual completo
2017. Prefácio para o livro organizado por Ivan Salomão por ocasião da aposentadoria de Pedro Cezar Dutra Fonseca na UFRGS.

A cópia do ultrapassado
Os países ricos não adotaram políticas neoliberais, que o atual governo brasileiro imita, para se tornarem ricos. Eles adotaram o desenvolvimentismo quando fizeram sua revolução industrial. (Article: Revista Brasileiros)

Atropelar? Por que não? É a nova regra do jogo.
22.12.2016 - The new mayor of São Paulo is increasing the speed limits in the avenues. But to run over the people is more than a trafic rule; is the new and liberal rule of the game in Brazil.

O pacto que não houve
Este capítulo 22 da 3a. edição de A Construção Política do Brasil está sendo disponibilizado para que, aqueles que tem a 1a ou 2a. edição, possam ver as principais modificações introduzidas.

 
Quais reformas?
2017-I propose twelve new-developmental ecnomic reforms for Brazil (Facebook page)

Condenados à vergonha
3.7.2017

Nação e vergonha
25.6.2017.

Pacificação nacional
20.6.2017

O que fazer depois do TSE?
11.6.2017

Uma tristeza
5.6.2017

     
Projeto Brasil Nação
Chamada para o lançamento do Projeto Brasil Nação neste dia 27 de abril de 2017, às 18horas, na Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo.

Uma teoria - o Novo Desenvolvimentismo - para compreender a crise da economia brasileira
Conferência apresentada no encontro Quintal Amendola (2017)

Contra o populismo e a ortodoxia
2017. Na série PENSAR BRASIL, o ex-ministro da Fazenda diz que Dilma fez "bobagens" e alimentou a crise ao tirar o país do equilíbrio fiscal. Ele defende o dólar valorizado e juro baixo como única forma de retomar o crescimento. Acesse aqui o link

Medidas de estímulo à economia
2016. Roda Viva coloca no centro da discussão o pacote de medidas de estímulo à economia anunciado pelo governo federal e o cenário macroeconômico brasileiro.

Brasil deve ter uma meta de câmbio
2016. A meta que o Brasil precisa ter é um superavit em conta corrente de 1% do PIB, ou seja, ter responsabilidade fiscal e responsabilidade cambial.

 
How to neutralize the Dutch disease notwithstanding the natural resource curse
2017. The Dutch disease is an economic problem that a simple economic policy may resolve, while the natural resource curse is a political-cultural problem very difficult to resolve. Paper presented in St. Petersburg.

How to neutralize the Dutch disease notwithstanding the natural resources curse
2017. Presentation to Likhachov Scientific Conference in St.Petersburg, Russia.

Brazil's 36 years-old quasi-stagnation and the interest rate-exchange rate trap
2017. The Brazilian economy is quasi stagnant from 1990, because since the 1980s it dos not have public savings to finance public investments, and because, since 1990, it is caught in a high interest rate-overvalued currency trap that makes the competent industrial firms not competitive and unable to invest.

 
Teoria do Estado e Desenvolvimento
1o. semestre 2017. Com José Marcio Rego. O objetivo desse curso é o desenvolvimento econômico e sua relação com o Estado moderno.

Teoria do Estado Moderno
2016, com Claudio Couto. Curso que visa oferecer aos alunos uma visão resumida da formação dos estados-nação e da teoria do Estado moderno

Macroeconomia do Desenvolvimento
Com Nelson Marconi e Marcio Holland. (2o. semestre de 2016).

Teoria do Estado e Desenvolvimento
Luiz Carlos Bresser-Pereira, Kurt von Mettenheim e José Marcio Rego (1o. semestre 2016) O objetivo do curso é relacionar a teoria do Estado e do estado-nação com o desenvolvimento econômico.

Teoria do Estado Moderno
2015, 2o. semestre, com Claudio Couto. O objetivo do curso é oferecer aos alunos uma visão resumida da formação dos estados-nação e da teoria do Estado moderno.

Teoria do Estado e Desenvolvimento Econômico
1o. semestre 2015. Com Kurt von Mettenheim e José Marcio Rego.

 
How to neutralize the Dutch disease notwithstanding the natural resources curse
2017. Presentation to Likhachov Scientific Conference in St.Petersburg, Russia.

La crise politique du néo-libéralisme dans les pays avances et la régression néo-libérale au Brésil
2016. La globalisation, le capitalisme des rentiers et de financiers, et l'idéologie néolibérale ont été dominantes entre 1979 et 2008. Ces ont été les Années Néolibéraux du Capitalisme. Mais ce temps là est fini.

New developmentalism and developmental macroeconomics
2016. The is my best presentation summarizing new developmentalism and its developmental macroeconomics. (Slides in the 1st International Worskhop on New Developmentalism)

Por que o Novo Desenvolvimentismo?
2016. (Slide presentation).

Developmental macroeconomics and new developmentalism
A slide presentation. To the moment, it is my best summary of Developmental Macroeconomics. (Special session in the Bilbao Post-Keynesian Conference, June 2016)

 

A Construção Política do Brasil

2014. An encompassing analysis of Brazil's society, economy and politics since the Independence. A national-dependent interpretation. Three historical cycles of the relation state-society: State and Territorial Integration Cycle (1822-1929), Nation and Development Cycle (1930-1977) and Democracy and Social Justice Cycle (1977-2010). Crisis since then. (Book: Editora 34)


Developmental Macroeconomics

2014. With Nelson Marconi and José Luís Oreiro. Developmental Macroeconomics is a book on development macroeconomics associated with New Developmentalism. In its core are the exchange rate and the current account, instead of the budget deficit and the interest rate. (Book: Routledge)


Globalization and Competition

2010. Why some middle income countries catch up while others do not. Behind new developmentalism this book drafts a structuralist development macroeconomics in which the exchange rate plays a strategic role. (Book: Cambridge University Press).


Globalização e Competição

2009. Why some middle income countries catch up while others do not. Behind new developmentalism this book drafts a structuralist development macroeconomics in which the exchange rate plays a strategic role. (Book: Elsevier).


Globalización y Competencia

2010. Why some middle income countries catch up while others do not. Behind new developmentalism this book drafts a structuralist development macroeconomics in which the exchange rate plays a strategic role. (Book: Siglo XXI).


Mondialisation et compétition

2009. Why some middle income countries catch up while others do not. Behind new developmentalism this book drafts a structuralist development macroeconomics in which the exchange rate plays a strategic role. (Book: Éditions La Découverte)


Construindo o Estado Republicano

2009. Este livro discute, do ponto de vista histórico, a construção de um "Estado republicano", ou seja, um Estado forte e capaz, dotado de legitimidade democrática e de eficiência administrativa, e apto a se defender contra indivíduos e grupos poderosos que buscam capturá-lo ou privatizá-lo. Em inglês "Democracy and Public Management Reform". (Book: Editora FGV)


Developing Brazil - Overcoming the Failure of the Washington Consensus

2009. An encompassing analysis of the Brazilian macroeconomic system; a first presentation of the developmental macroeconomics. Why Brazil failed to grow fast after the Real Plan. English version available. The high interest-overvalued currency trap. (This book is an atualized version of Macroeconomia da Estagnação)


Macroeconomia da Estagnação: crítica da ortodoxia convencional no Brasil pós-1994

2007. An encompassing analysis of the Brazilian macroeconomic system; a first presentation of the developmental macroeconomics. Why Brazil failed to grow fast after the Real Plan. English version available. (Book: Editora 34) Developing Brazil is an atualized version of this book


Desenvolvimento e Crise no Brasil (5a. edição)

2003. The patterns of economic development and the political pacts in Brazil from Vargas (1930) to Lula (2003). 5th revised edition almost doubling the size of the book. English version available. (Book: Editora 34)


Economic Reforms in New Democracies

1993. With Adam Przeworski and José María Maravall. A social democratic approach and also a crisis of the state approach to economic reforms in new democracies. Portuguese and Spanish versions available. (Book: Cambridge University Press).


As Revoluções Utópicas dos Anos 60

1972/2006. Two essays on the 1960s' utopic revolutions: the 1968 student revolution, and the poltical revolution of the Catholic Church. Introduction to the third edition on "The counter-revolution of our time". (Book: Editora 34 3rd. edition of 1972 book)

 
 

 

© Direitos Autorais Bresser-Pereira
São Paulo - SP | ceciliaheise46@gmail.com

 

Desenvolvido pela E-Xis | www.e-xis.com.br