PUBLICIDADE  
 
 
 
HOME SOBRE BRESSER-PEREIRA PÁGINA NO FACEBOOK
BONS ARTIGOS QUE LI BONS FILMES QUE ASSISTI

BRAZILIAN JOURNAL OF POLITICAL ECONOMY

OLHAR O MUNDO FALE CONOSCO
 
  Tipos de trabalhos  
 

Quem é/Who is

A guide to my work
Currículos / CVs
Short cv & bio
Textos autobiográficos
Sobre Bresser-Pereira

Tipos de Trabalhos

Livros
Livros na íntegra
Livros organizados (edited)
Papers
Pequenos textos, prefácios, etc.
Texto para Discussão
Artigos de jornal & Entrevistas
Principais Entrevistas
Notas no Facebook
Cartas
Críticas de Cinema
Documentos & Relatórios
Programas / Syllabus
Apresentações / Slides
Vídeos e Áudios





Outros idiomas

Works in English
Weekly Columns
Oeuvres en Français
Trabajos en Español

Método

Método científico

Novo Desenvolvimentismo

Novo Desenvolvimentismo (textos básicos)
Desenvolvimentismo Clássico (textos básicos)
Novo Desenvolvimentismo (economia política)
Novo Desenvolvimentismo (teoria econômica)
Novo Desenvolvimentismo (aplicado)
Novo Desenvolvimentismo (contribuições e críticas de terceiros)

Sociedade-Capitalismo

Teoria social - textos básicos
Teoria social (todos)
Capitalismo e modernidade
Classes e tecnoburocracia
Revolução Capitalista e ...
Revoluções, Revoltas e Movimentos
Globalização
Organização administração
Estatismo e URSS

Política

Teoria política - textos básicos
Teoria política (todos)
Teoria do Estado
Sociedade civil
Republicanismo e direitos de cidadania
Teoria da Democracia
Ciclos do Estado
Populismo político e econômico
Nação e nacionalismo
Social democracia e esquerda
Neoliberalismo e globalismo
Interpretações do Brasil
Pactos políticos e coalizões de classes - Br
Democracia no Brasil
Teoria da Dependência
História intelectual
Perfis individuais
Política Externa - Br
Burocracia pública - Br
Empresários e administradores - Br
Reforma da universidade
Conjuntura Política - Br
Reforma Gerencial - Teoria
Reforma Gerencial - Brasil

Economia

Teoria econômica - Textos básicos
Teoria econômica (todos)
Teoria do Desenvolvimento Econômico
Crítica da teoria neoclássica
Desigualdade e Distribuição
Teoria macroeconômica
Política e Economia
Câmbio e poupança externa
Câmbio e Doença Holandesa
Câmbio e crescimento
Crises econômico-financeiras
Dívida externa
Investimentos e taxa de lucro
Inflação
Inflação inercial
Comércio e integração
Economia mundial
Crise global de 2008
Desenvolvimento econômico - Br
Macroeconomia do Brasil
Populismo econômico - Br
Desindustrialização - Br
Crise fiscal do Estado - Br
Planos de estabilização - Br
Plano Bresser
Quase-estagnação desde 1980 - Br
Conjuntura Econômica - Br

Países e regiões

Relações internacionais
América Latina
Argentina
Estados Unidos
Europa

Trabalhos de terceiros

Bons artigos que li recentemente
Reforma Gerencial - Terceiros
Cursos
Debate sobre "Crescimento com Estabilidade"(2001)

MARE - Ministério da Reforma do Estado

Documentos da Reforma
Reforma Gerencial - Teoria
Reforma Gerencial - Brasil
Reforma Gerencial - Terceiros
Agências Executivas e Reguladoras
Organizações Sociais
Gestão da Saúde
Gestão da Educação
Implementação Nível Federal
Implementação São Paulo
Implementação Minas Gerais
Implementação Outros Estados
Bibliografia da Reforma da Gestão Pública
Cadernos MARE
América Latina: Declaração de Madri (Clad)
Leis sobre Organizações Sociais
 
 
 

 

Tecnoburocracia e Contestação

Luiz Carlos Bresser-Pereira
Petrópolis: Editora Vozes, 1972. Livro constituído de três ensaios: "A Emergência da Tecnoburocracia", escrito em 1971 "A Revolução Estudantil", escrito em l968, e "A Revolução Política na Igreja", escrito em 1969. O primeiro ensaio foi publicado em espanhol: Ideologia y Tecnoburocracia. Buenos Aires: Editorial Paidos, 1975. O segundo e o terceiro ensaios foram depois republicados em As Revoluções Utópicas (1979).

Depois da análise geral da sociedade e da economia brasileira entre 1930 e 1970, que realizou em Desenvolvimento e Crise no Brasil, Bresser Pereira surge agora com uma análise ainda mais ambiciosa e abrangente em Tecnoburocracia e Contestação. O tema não mais se limita ao Brasil. O autor está interessado em algumas das transformações mais significativas por que vem passando a estrutura do poder nas sociedades industriais modernas.

Na primeira parte do livro o autor faz a análise da emergência da tecnoburocracia. Ao invés do socialismo é o sistema tecnoburocrático que vai aos poucos substituindo o sistema capitalista. A técnica transforma-se no principal elemento configurador das sociedades industriais modernas e regimes tecnoburocráticos surgem através de revoluções comunistas, de revoluções militares nos países subdesenvolvidos e da revolução dos gerentes nos países desenvolvidos. Esta primeira parte termina com uma análise e uma crítica às vezes amarga da ideologia tecnoburocrática e do processo de alienação ao qual o homem está sendo submetido nas sociedades tecnoburocráticas.
No último capítulo da primeira parte o autor examina o surgimento de uma contestação radical, de uma contracultura, que pretende negar a cultura racionalista e eficientista vigente. Este capítulo constitui também uma introdução à segunda parte do livro, onde é realizada uma ampla análise das características e das causas históricas da mais importante das manifestações de contestação do nosso tempo: a revolução estudantil.

Finalmente, a terceira parte é uma análise da revolução política na Igreja católica. Vemos nesta parte do livro como a Igreja vai deixando de fazer parte ou de se constituir em ponto de apoio à ordem estabelecida, para ir se transformando também em um elemento de crítica e contestação a essa mesma ordem. (contra capa)

Prefácio

Sumário

PARTE I - EMERGÊNCIA DA TECNOBUROCRACIA
I. As Etapas da História: Uma Critica
II. Técnica, o Novo Fator Estratégico
III. Revoluções Comunistas
IV. Revoluções Militares
V. Tecnoburocracia e Capitalismo
VI. Técnicos e Tecnoburocracia
VII. A Ideologia Tecnoburocrática
VIII. Da Tecnoburocracia à Revolução

PARTE II - A REVOLUÇÃO ESTUDANTIL
I. A Revolução do Nosso Tempo
II. Os Ex-Revolucionários e os Novos Revolucionários
III. As Causas Superficiais
IV. As Condições da Revolta Estudantil
V. As Causas Históricas
VI. A Ideologia Revolucionária
VII. Revolta ou Revolução
VIII. Conclusão e Resumo

PARTE III - A REVOLUÇÃO NA IGREJA
I. Os Sintomas da Revolução
II. A Igreja no Poder
III. A Reconciliação com o Mundo Moderno
IV. A Revolução de João XXIII
V. Condições da Revolução
VI. As causas da Revolução
VII. Conclusão

 

 

 

© Direitos Autorais Bresser-Pereira
São Paulo - SP | ceciliaheise46@gmail.com

 

Desenvolvido pela E-Xis | www.e-xis.com.br