Luiz Carlos Bresser-Pereira
Editora Brasiliense, 1978, São Paulo

1978. In this year begins the transition to democracy in Brazil: the Brazilian bourgeoisie reacts negatively to the authoritarian “Pacote de Abril” of 1977 – a collection of highly authoritarian policies, including the edition of a new Constitution. In this way the bourgeoisie, which was firmly associated with the military since 1964, breaks up such alliance and begins to be associated to the popular forces fighting for democracy. Thus, thia historical new fact is behind the transition to democracy, which would be completed in the end of 1984. (COMPLETE BOOK)

 

 

 

Os períodos de crise são momentos privilegiados para a análise econômica e política. A desaceleraçao econômica e a crise política que ocorrem no Brasil entre 1974 e 1978 constituem uma dessas situações especiais. Na análise da crise política que domina o período, podemos ver com muito mais clareza como se relacionam as diversas classes sociais na medida em que o modelo político autoritário capitalista-tecnoburocrático entra em colapso. Na verdade assistimos ao colapso de uma aliança de classes, estabelecida em 1964, entre a burguesia local e a tecnoburocracia estatal, ambas associadas às empresas multinacionais.

Este livro está disponível para IPad na IBookstore

 

Livro em formato PDF, completo e por capítulos

O Colapso de uma Aliança de Classes

Contra Capa

Introdução

Índice

I – Os Pressupostos Teóricos

II – Da Colônia ao Subdesenvolvimento Industrializado

III – Desaceleração Econômica e Crise Política em um Modelo Tecnoburocrático Autoritário

IV – Apenas uma Burguesia Local

V – A Reestruturação da Economia Internacional

VI – O Imperialismo Esclarecido

VII – Uma Nova Fase de Substituição de Importações

VIII – Debate sobre o Fim do “Milagre”

IX – A Recessão Econômica de 1974-1975

X – A Redução Relativa do Excedente

XI – Da Política Econômica à Crise Política

XII – Estatização ou Redefinição do Modelo Político?

XIII – Uma Definição Oficial do “Modelo”

XIV – A Ruptura de uma Aliança Política

XV – A Crise Política Estrutural

XVI – As Alternativas de um Episódio Burocrático

XVII – O Dom, a Conquista e a Legitimidade

XVIII – A Retomada da Crise Política

XIX – Os Militares e a Crise Política

XX – Os Trabalhadores e a Crise Política

XXI – O Projeto Político da Burguesia

XXII – Autoritarismo ou Liberalismo da Burguesia

XXIII – O Sentido de Duas Candidaturas

XXIV – Do que ter Medo

XXV – Perspectivas para o Socialismo após a Redemocratização

XXVI – Um Modelo Econômico Alternativo

XXVII – A Crise Intelectual da Esquerda

XXVIII – As Transformações da Esquerda