PUBLICIDADE  
 
 
 
HOME SOBRE BRESSER-PEREIRA PÁGINA NO FACEBOOK
BONS ARTIGOS QUE LI BONS FILMES QUE ASSISTI

BRAZILIAN JOURNAL OF POLITICAL ECONOMY

OLHAR O MUNDO FALE CONOSCO
 
  Tipos de trabalhos  
 

Quem é/Who is

A guide to my work
Currículos / CVs
Short cv & bio
Textos autobiográficos
Sobre Bresser-Pereira

Tipos de Trabalhos

Livros
Livros na íntegra
Livros organizados (edited)
Papers
Pequenos textos, prefácios, etc.
Texto para Discussão
Artigos de jornal & Entrevistas
Principais Entrevistas
Notas no Facebook
Cartas
Críticas de Cinema
Documentos & Relatórios
Programas / Syllabus
Apresentações / Slides
Vídeos e Áudios





Outros idiomas

Works in English
Weekly Columns
Oeuvres en Français
Trabajos en Español

Método

Método científico

Novo Desenvolvimentismo

Novo Desenvolvimentismo (textos básicos)
Desenvolvimentismo Clássico (textos básicos)
Novo Desenvolvimentismo (economia política)
Novo Desenvolvimentismo (teoria econômica)
Novo Desenvolvimentismo (aplicado)
Novo Desenvolvimentismo (contribuições e críticas de terceiros)

Sociedade-Capitalismo

Teoria social - textos básicos
Teoria social (todos)
Capitalismo e modernidade
Classes e tecnoburocracia
Revolução Capitalista e ...
Revoluções, Revoltas e Movimentos
Globalização
Organização administração
Estatismo e URSS

Política

Teoria política - textos básicos
Teoria política (todos)
Teoria do Estado
Sociedade civil
Republicanismo e direitos de cidadania
Teoria da Democracia
Ciclos do Estado
Populismo político e econômico
Nação e nacionalismo
Social democracia e esquerda
Neoliberalismo e globalismo
Interpretações do Brasil
Pactos políticos e coalizões de classes - Br
Democracia no Brasil
Teoria da Dependência
História intelectual
Perfis individuais
Política Externa - Br
Burocracia pública - Br
Empresários e administradores - Br
Reforma da universidade
Conjuntura Política - Br
Reforma Gerencial - Teoria
Reforma Gerencial - Brasil

Economia

Teoria econômica - Textos básicos
Teoria econômica (todos)
Teoria do Desenvolvimento Econômico
Crítica da teoria neoclássica
Desigualdade e Distribuição
Teoria macroeconômica
Política e Economia
Câmbio e poupança externa
Câmbio e Doença Holandesa
Câmbio e crescimento
Crises econômico-financeiras
Dívida externa
Investimentos e taxa de lucro
Inflação
Inflação inercial
Comércio e integração
Economia mundial
Crise global de 2008
Desenvolvimento econômico - Br
Macroeconomia do Brasil
Populismo econômico - Br
Desindustrialização - Br
Crise fiscal do Estado - Br
Planos de estabilização - Br
Plano Bresser
Quase-estagnação desde 1980 - Br
Conjuntura Econômica - Br

Países e regiões

Relações internacionais
América Latina
Argentina
Estados Unidos
Europa

Trabalhos de terceiros

Bons artigos que li recentemente
Reforma Gerencial - Terceiros
Cursos
Debate sobre "Crescimento com Estabilidade"(2001)

MARE - Ministério da Reforma do Estado

Documentos da Reforma
Reforma Gerencial - Teoria
Reforma Gerencial - Brasil
Reforma Gerencial - Terceiros
Agências Executivas e Reguladoras
Organizações Sociais
Gestão da Saúde
Gestão da Educação
Implementação Nível Federal
Implementação São Paulo
Implementação Minas Gerais
Implementação Outros Estados
Bibliografia da Reforma da Gestão Pública
Cadernos MARE
América Latina: Declaração de Madri (Clad)
Leis sobre Organizações Sociais
 
 
 

 

Artigos de jornal & Entrevistas

       
  Documentos 1 a 60 de 70
Crescimento de 3% para 5% (Folha, 28.12.09)
2009. O aumento artificial dos salários e do consumo levará à substituição da poupança interna pela externa. Folha de S.Paulo, 28.12.2009
3% to 5% growth (Folha, 28.12.09)
2009. The artificial increase in wages and consumption will lead to the substitution of foreign for domestic savings. Folha de S. Paulo, December 28, 2009
A fúria dos financistas (Folha, 21.12.09)
2009. O que o governo britânico faz ao taxar os bônus ganhos pelos financistas não é nada mais do que a sua obrigação. Folha de S.Paulo, 21.12.2009
Financiers "fury" (Folha, 21.12.09)
2009. What the British government does taxing all the bonuses earned by financiers is nothing more than its obligation. Folha de S.Paulo, December 21, 2009
Direito ao silêncio (Folha. 14.12.09)
2009. Nos aeroportos civilizados dos países desenvolvidos, o alto-falante geral é usado só em caso de mudança no embarque. Folha de S.Paulo, 14.12.2009
Afeganistão e segurança nacional (Folha, 7.12.09)
2009. Para combater o terrorismo da Al Qaeda, a melhor solução para os EUA seria fazer acordos com os grupos, como o Taleban. Folha de S.Paulo, 07.12.2009
Afghanistan and national security (Folha, 7.12.09)
2009. In order to fight Al-Qaeda terrorism, the best solution to the USA is to reach an agreement with the groups, as the Taliban. Folha de S. Paulo, December 7, 2009
O país mais perigoso do mundo (Website, 2.12.09)
2009. Na Somália podemos compreender de forma brutal a lógica do imperialismo diante da tentativa de um movimento islâmico de construir um Estado-nação. Disponível versão reduzida publicada no Le Monde Diplomatique, Brasil
Aquecimento global e equidade (Folha, 30.11.09)
2009. Os governos usam critérios distintos de metas de emissão quando as estabelecem e não há garantia de que as cumpram. Folha de S.Paulo, 30.11.2009
Global warming and equity (Folha, 30.11.09)
2009. The governments use different criteria when they establish them, and there is no guarantee that they will meet them. Folha de S. Paulo, November 30, 2009
Doença holandesa e desindustrialização (Valor, 25.11.09)
2009. Uma doença holandesa moderada e a consequente desindustrialização são evidente. Nega-se o fato porque no momento em que isto for reconhecido não restará alternativa senão mudar a política cambial. Valor Econômico, 25.11.2009
Dutch disease and de-industrialization (Valor, 25.11.09)
2009. Brazilian de-industrialization is evident. People resist to acknowledge that because in the moment they do that, a new exchange rate policy turns inevitable. Valor Econômico, November 25, 2009
The new logic of international alliances (Folha, 23.11.09)
2009. In todays alliances, the criterion for the division of interests is the price of labor and the investments of multinational companies. Folha de S. Paulo, November 23, 2009
Nova lógica das alianças internacionais (Folha, 23.11.09)
2009. Nas alianças de hoje, o critério da divisão de interesses são o preço da mão de obra e os investimentos das empresas múltinacionais. Folha de S.Paulo, 23.11.2009
O matuto e o "Momento Mágico" (Folha, 16.11.09)
2009. Será que os brasileiros sabem dos prejuízos e dos perigos que correm em meio a tanto elogio? Será que Lula percebe? Folha de S.Paulo, 16.11.2009
The "matuto" and the magic moment (Folha, 16.11.09)
2009. Does Lula realize it as well? And - what is more important - are Brazilians also aware of the losses they are suffering when they welcome foreign interests so well. Folha de S. Paulo, November 16, 2009
O Muro de Berlim e a crise financeira (Folha, 9.11.09)
2009. Comemoremos a queda do Muro, mas não nos deixemos enganar pelos radicais, sejam eles liberais ou socialistas. Folha de S.Paulo, 09.11.2009
The Berlin Wall and the global financial crisis (Folha, 9.11.09)
2009. We should therefore celebrate the fall of the Berlin Wall, but we should not be fooled by radicals, whether liberal or socialist ones. Folha de S. Paulo, November 9, 2009
Globalização e competição (Folha, 2.11.09)
2009. Na primeira parte do livro com esse título discuto a estratégia novo desenvolvimentista na segunda, procuro desenvolver uma macroeconomia estruturalista do desenvolvimento apropriada para nosso tempo. Folha de S.Paulo, 02.11.2009
Globalization and competition (Folha, 2.11.09)
2009. In this book with this title, I propose a new theory - structuralist development macroeconomics - and its corresponding strategy: the new developmentalism. Folha de S.Paulo, November 2, 2009
Patéticas críticas ao IOF (Folha, 26.10.09)
2009. O IOF sobre ações deixa claro que o governo vai aumentar seu esforço para impedir a sobreapreciação do câmbio. Folha de S.Paulo, 26.10.2009
Ex-ministro Bresser-Pereira estreia na gestão de recursos (Valor, 20.10.09)
Bresser-Pereira se diz pronto para uma nova fase de aprendizado ao lado do filho na Bresser Asset. (Entrevista à Adriana Cotias, Valor Econômico, 20.10.2009
Indignação com as laranjeiras (Folha, 19.10.09)
2009. Por que não nos indignamos com a captura do patrimônio público que ocorre todos os dias em nosso país? Folha de S.Paulo 19.10.2009
Indignation about the orange trees (Folha, 19.10.09)
2009. Why not to be indignant at the broader phenomenon of the capture or privatization of the public property that happens every day in our country? Folha de S. Paulo, October 19, 2009
No crisis in sight (Folha, 12.10.09)
2009. Our economy will growth, however we are not going back to sustained development. Folha de S. Paulo, October 12, 2009
O caráter cíclico da intervenção como parte de um processo político (Valor, 9.10.09)
2009. Quanto mais uma sociedade se desenvolve e se torna mais complexa, mais necessária será a regulação. (Entrevista a Claudia Izique, do Valor Econômico).
Democracy or non-intervention? (Folha, 5.10.09)
2009. The policy of pressing other countries to be democratic is not always legitimate. It may configure imperialism. In the case of Honduras, however, it is justified. Folha de S. Paulo, October 5, 2009
Fierce individualism (Folha, 28.9.09)
2009. The resistance they face, however, reflects an elite that does not want to pay more taxes and tries to replace the brotherhood established by law with charity Folha de S. Paulo, September 28, 2009
Lição de nacionalismo e política (Folha, 21.9.09)
2009.O Estado precisa, sem dúvida, da crítica, mas não à custa de desmoralizarmos o que já conquistamos. (Article: Folha de S.Paulo
A lesson on nationalism and politics (Folha, 21.9.09)
2009. Evidently we need criticisms, but not at the cost of demoralizing what we have already achieved. (Article: Folha de S.Paulo, September 21, 2009
Lula, los empresarios, el nacionalismo y politica (La Onda)
2009. El Estado precisa, sin duda, de la crítica, pero no a expensas de desacreditar lo que se ha logrado. (La Onda)
Tentativa de crescer com poupança externa é estratégia errada. diz Bresser (Valor, 18.9.09)
2009. Entrevista de Sérgio Malucci. Os chineses fazem a política que interessa a eles, e não aos seus competidores. (Article: Valor Econômico)
Crise vem de falha reacionária (Site do PNUD, 18.9.09)
2009. Ex-ministro Bresser-Pereira afirma que neoliberalismo é o culpado da crise e que estado deve terceirizar serviços para ser mais eficiente (Entrevista a Mariana Desidério).
Endividamento e insanidade (Folha, 14.9.09)
2009. Quanto maior foi o nível de endividamento a que chegou um país, mais grave foi para ele a atual crise global. (Article: Folha de S.Paulo)
Indebtedness and insanity (Folha, 14.9.09)
2009. The more a country accepted the neoliberal reforms and the macroeconomics of an overvalued exchange rate and of a high indebtedness of enterprises and households, the more serious was its crisis. (Article:Folha de S.Paulo)
O pré-sal e a nação (Folha, 7.9.09)
2009. Os três pilares do plano do governo sobre o pré-sal são o sistema de partilha, a Petrossal e o fundo soberano. Eles permitem que o país neutralize a doença holandesa. (Article: Folha de S.Paulo).
Euclydes e identidade nacional (Folha, 31.8.09)
2009. Nesta década estamos começando a reagir, a pensar em termos do grande país que somos.(Article: Folha de S.Paulo).
Euclides da Cunha and national identity (Folha, 31.8.09)
2009. In this decade we are beginning to react, to think in terms of the great country we are. (Article: Folha de S.Paulo).
Deixemos Obama em paz (Folha, 24.8.09)
2009. Essa é a melhor maneira de promover os interesses comuns que a América Latina tem com os Estados Unidos (Article: Folha de S.Paulo).
Let us leave Obama in peace (Folha, 24.8.09)
2009. This is the best way to promote the regions common interests with the United States. (Article: Folha de S.Paulo).
É o câmbio, sr. presidente (Folha, 17.8.09)
2009. O Brasil só terá novamente altas taxas de crescimento econômico quando voltar a administrar taxas de câmbio (Article: Folha de S.Paulo).
It is the exchange rate, Mr. President (Folha, 17.8.09)
2009. Brazil will only achieve high growth rates when it managed its exchange rate. (Article: Folha de S.Paulo).
Trem-bala e investimento direto (Folha, 10.8.09)
2009. Não interessa ao Brasil oferecer de graça o mercado interno, o patrimônio mais precioso de uma nação (Article: Folha de S.Paulo).
High-speed train and direct investment (Folha, 10.8.09)
2009. It is not of benefit to Brazil to offer our domestic market to rich countries for free. A countrys domestic market is its most precious asset. (Article: Folha de S. Paulo)
Guerra ou acordo? (Folha, 3.8.09)
2009. Muçulmanos descobriram que a religião pode ser um grande instrumento para o surgimento de uma nação (Article:Folha de S.Paulo).
War or agreement? (Folha, 3.8.09)
2009. The Islamic people discovered that religion can be a major instrument to transform a people into a nation. (Article: Folha de S. Paulo)
Immigration and nationalism (Folha, 27.7.09)
2009. The immigrants have no alternative but to fight in order to see their right to multiculturalism respected in the new country. (Article: Folha de S. Paulo).
O estado das coisas (Folha, 22.6.09)
2009. Ninguém pode assegurar que as políticas adotadas serão suficientes para tirar a economia mundial da crise (Article: Folha de S.Paulo).
State of affairs (Folha, 22.6.09)
2009. No one can guarantee that the adopted policies will suffice to get the world economy out of the crisis. (Article: Folha de S.Paulo).
São Paulo and Venice Biennales (Folha, 15.6.09)
2009. Why is the São Paulo Biennale losing artistic relevance, whereas the Venice Biennale continues to achieve success?
Bienal de São Paulo e de Veneza (Folha, 15.6.09)
2009. Por que a Bienal de SP vem perdendo relevância artística enquanto a de Veneza continua a alcançar sucesso? (Article: Folha de S.Paulo).
Pequena euforia, triste Brasil (Folha, 8.6.09)
2009. While the stocket market returns to euphony, government is helpless in relation to the real returning to overappreciate, while . (Article: Folha de S.Paulo).
Small euphoria, poor Brazil (Folha, 8.6.09)
2009. Tied to the neoliberal principles of financial liberalization, our government passively watches the return of the exchange rate overvaluation. (Article: Folha de S.Paulo).
A esquerda e a crise (Folha, 1.6.09)
2009. A esquerda não se beneficia da crise porque, quando esteve no poder, fez muitas concessões ao neoliberalismo (Article: Folha de S.Paulo).
The left and the crisis (Folha, 1.6.09)
2009. The Left is not benefiting from the crisis because, when it held power, it made many concessions to neoliberalism. (Article: Folha de S.Paulo).
Por que não limitar a entrada de capitais? (Folha, 25.5.09)
2009. Porque essa política vai contra os princípios fundamentalistas neoliberais aprendidos pelos economistas nas suas escolas (Article: Folha de S.Paulo).
Why not limit capital inflows? (Folha, 25.5.09)
2009. Because this policy goes against the neoliberal fundamentalist principles that the economists learned in their schools. (Article: Folha de S.Paulo).
Listas fechadas (Folha, 18.5.09)
2009. As listas fechadas tornam mais segura a profissão política, que, assim, poderá atrair melhores candidatos (Article: Folha de S.Paulo)
Closed lists (Folha, 18.5.09)
2009. The closed lists make the political profession safer, and therefore it will be able to attract better candidates. (Article: Folha de S.Paulo).
Cadernetas de poupança (Folha, 11.5.09)
2009. Surge a ideia dessa estranha e perversa aliança entre grandes rentistas e a classe média de pequenos poupadores (Article: Folha de S.Paulo).
 
 

 

© Direitos Autorais Bresser-Pereira
São Paulo - SP | ceciliaheise46@gmail.com

 

Desenvolvido pela E-Xis | www.e-xis.com.br