PUBLICIDADE  
 
 
 
HOME SOBRE BRESSER-PEREIRA PÁGINA NO FACEBOOK
BONS ARTIGOS QUE LI BONS FILMES QUE ASSISTI

BRAZILIAN JOURNAL OF POLITICAL ECONOMY

OLHAR O MUNDO FALE CONOSCO
 
  Tipos de trabalhos  
 

Quem é/Who is

A guide to my work
Currículos / CVs
Short cv & bio
Textos autobiográficos
Sobre Bresser-Pereira

Tipos de Trabalhos

Livros
Livros na íntegra
Livros organizados (edited)
Papers
Pequenos textos, prefácios, etc.
Texto para Discussão
Artigos de jornal & Entrevistas
Principais Entrevistas
Notas no Facebook
Cartas
Críticas de Cinema
Documentos & Relatórios
Programas / Syllabus
Apresentações / Slides
Vídeos e Áudios





Outros idiomas

Works in English
Weekly Columns
Oeuvres en Français
Trabajos en Español

Método

Método científico

Novo Desenvolvimentismo

Novo Desenvolvimentismo (textos básicos)
Desenvolvimentismo Clássico (textos básicos)
Novo Desenvolvimentismo (economia política)
Novo Desenvolvimentismo (teoria econômica)
Novo Desenvolvimentismo (aplicado)
Novo Desenvolvimentismo (contribuições e críticas de terceiros)

Sociedade-Capitalismo

Teoria social - textos básicos
Teoria social (todos)
Capitalismo e modernidade
Classes e tecnoburocracia
Revolução Capitalista e ...
Revoluções, Revoltas e Movimentos
Globalização
Organização administração
Estatismo e URSS

Política

Teoria política - textos básicos
Teoria política (todos)
Teoria do Estado
Sociedade civil
Republicanismo e direitos de cidadania
Teoria da Democracia
Ciclos do Estado
Populismo político e econômico
Nação e nacionalismo
Social democracia e esquerda
Neoliberalismo e globalismo
Interpretações do Brasil
Pactos políticos e coalizões de classes - Br
Democracia no Brasil
Teoria da Dependência
História intelectual
Perfis individuais
Política Externa - Br
Burocracia pública - Br
Empresários e administradores - Br
Reforma da universidade
Conjuntura Política - Br
Reforma Gerencial - Teoria
Reforma Gerencial - Brasil

Economia

Teoria econômica - Textos básicos
Teoria econômica (todos)
Teoria do Desenvolvimento Econômico
Crítica da teoria neoclássica
Desigualdade e Distribuição
Teoria macroeconômica
Política e Economia
Câmbio e poupança externa
Câmbio e Doença Holandesa
Câmbio e crescimento
Crises econômico-financeiras
Dívida externa
Investimentos e taxa de lucro
Inflação
Inflação inercial
Comércio e integração
Economia mundial
Crise global de 2008
Desenvolvimento econômico - Br
Macroeconomia do Brasil
Populismo econômico - Br
Desindustrialização - Br
Crise fiscal do Estado - Br
Planos de estabilização - Br
Plano Bresser
Quase-estagnação desde 1980 - Br
Conjuntura Econômica - Br

Países e regiões

Relações internacionais
América Latina
Argentina
Estados Unidos
Europa

Trabalhos de terceiros

Bons artigos que li recentemente
Reforma Gerencial - Terceiros
Cursos
Debate sobre "Crescimento com Estabilidade"(2001)
Notícias e Comentários

Ações / Ministérios

Ministério da Fazenda
Plano Bresser
MCT Ministério da Ciência & Tecnologia
Fundação Getulio Vargas, São Paulo

MARE - Ministério da Reforma do Estado

Documentos da Reforma
Reforma Gerencial - Teoria
Reforma Gerencial - Brasil
Reforma Gerencial - Terceiros
Agências Executivas e Reguladoras
Organizações Sociais
Gestão da Saúde
Gestão da Educação
Implementação Nível Federal
Implementação São Paulo
Implementação Minas Gerais
Implementação Outros Estados
Bibliografia da Reforma da Gestão Pública
Cadernos MARE
América Latina: Declaração de Madri (Clad)
Leis sobre Organizações Sociais
 
 
 

 

Bons artigos que li recentemente


  Documentos 1 a 60 de 2596
O custo da última palavra
Oscar Vilhena Vieira (2017) A última palavra do Supremo está sendo aguardada para definir o destino de deputados estaduais envolvidos em escândalos de corrupção. Aguardar a última palavra do Supremo tem sido uma constante nas mais variadas esferas da vida nacional nas últimas décadas.
Escola vai precisar ensinar alunos a se concentrarem
Haroldo Rocha (2017) A escola que tentar resistir ao novo mundo das crianças e adolescentes vai naufragar. (Entrevista de Ana Estela de Souza Pinto e Erica Fraga)
Elos humanos fazem viver mais e melhor
Susan Pinker (2017) Contato humano direto e frequente é uma necessidade biológica básica, como comer e dormir, defende a psicóloga canadense (Entrevista de Reinaldo José Lopes)
Só a pressão não basta
Vladimir Safatle (2017) A opressão muitas vezes pode levar apenas à justificação de práticas de autopreservação comunitária diante da lembrança, constantemente reiterada, de uma violência anteriormente sofrida.
A recuperação continua... lenta
Nelson Barbosa (2017) A expectativa é de mais 3% no PIB do próximo ano, puxado por serviços e indústria. Essa recuperação parece razoável à primeira vista, mas ela representa o mais lento crescimento após uma recessão em nossa história recente.
Política monetária sem compulsórios
Felipe Rezende (2017) Eliminação dos compulsórios contribui para diminuir o spread bancário, que é um dos maiores do mundo.
Privatizações discutíveis
Joaquim Francisco de Carvalho (2017) Privatizar as empresas não resolve o problema. Seria melhor despolitizá-las e profissionalizá-las.
The climate-change fight returns to Paris
Laurence Tubiana (2017) In 2015, the so-called "high ambition coalition" of developed and developing countries pushed the Paris climate agreement past the finish line. But when global leaders reconvene in Paris for new talks on climate change at the upcoming One Planet Summit, financial commitments must be the order of the day.
The Globalization of Our Discontent
Joseph Stiglitz (2017) Globalization, which was supposed to benefit developed and developing countries alike, is now reviled almost everywhere, as the political backlash in Europe and the US in recent years has shown. The challenge is to minimize the risk that the backlash will intensify, and that starts by understanding - and avoiding - past mistakes.
The high cost of denying class war
Yanis Varoufakis (2017) Liberals in the US and Britain are more afraid of workers than they are of Trump and Brexit.
Ódio às máquinas?
Laura Tyson e Susan Lund (2017) Será preciso expandir muito e reformular os programas de treinamento da força de trabalho. Nas últimas duas décadas, os gastos dos governos para treinamento de competências e ajuste ao mercado de trabalho caíram na maioria dos países da OCDE.
E la nave va
David Kupfer (2017) Se algum descolamento houve em 2017, não foi entre política e economia, mas entre establishment e a sociedade.
Acusar é mais fácil do que investigar e elaborar provas
Janio de Freitas (2017) Acusar, ainda mais se protegido pela impunidade funcional, é mais fácil do que investigar e elaborar provas.
Recuperação da economia será a mais lenta da história
Laura Carvalho (2017) Enquanto o governo tenta vender tartaruga por lebre, os dados do IBGE mostram que, na recuperação mais lenta da história, 75% dos empregos criados são informais -sem carteira assinada ou por conta própria- e que o restante foi gerado no setor público.
Rescuing economics from neoliberalism
Dani Rodrik (2017) As we heap scorn on neoliberalism, we risk throwing out some of its useful ideas.
O motor do crescimento
José Luis Oreiro (2017) Qual o ritmo de avanço que a economia brasileira sustentará daqui para frente?
Cor e preconceito
José de Souza Martins (2017) A escravidão se foi, e a cor ficou como rótulo da subalternização da pessoa.
What is the purpose of tax reform?
The Economist (2017) There are better motivations for tax overhauls than boosting growth.
A modern history of Iran
The Economist (2017) Abbas Amanat looks at the role that cultural, literary and intellectual ideas have played in Iran's interpretations of political and clerical authority.
Querem que oprimidos pensem que a saída é votar no opressor, diz sociólogo
Boaventura de Sousa Santos (2017)
Inteligência artificial e mercado de trabalho
Naercio Menezes Filho (2017).
Banco Mundial sugere cortar isenções a mais ricos
Ribamar Oliveira (2017)
Finance Following Growth
Anis Chowdhury and Jomo Kwame Sundaram (2017).
Lava Jato na oposição saudita
Luiz Eça (2017)
The Shadow justice system
Leader (editorial), Plea Bargains (delações premiadas) save time and money but are too easily abused. As an American idea spreads people are at risk
Para entender a regra de ouro das finanças públicas
Manoel Pires (2017)
Reforma política e sustentabilidade fiscal
Bráulio Borges (2017)
A fronteira potiguar da nova ordem trabalhista
Maria Cristina Fernandes (2017)
O passo da boiada
Luiz Belluzzo e Gabriel Galipolo (2017) Globalização, a crise de 2008 e quantitative easing trouxeram complexidades talvez irreversíveis ao sistema.
Crise brasileira cria oportunidades
Martin Wolf (2017) Reformas necessárias são extremamente políticas. O sistema precisa passar da corrupção para a honestidade, da opacidade à previsibilidade e deixar de amparar privilegiados para servir ao povo.
A epidemia da inovação
Luiz Felipe Pondré (2017) A epidemia da inovação no plano psicológico corrói a capacidade, principalmente dos mais jovens, de lidar com o tédio, o fracasso e a as frustrações "normais" da vida, impondo-nos o imperativo do sucesso crescente, que nos assola das nossas camas, a vida profissional, a lida com filhos até o esgotamento de nossas capacidades intelectuais e afetivas.
Novos modelos de gestão pública da saúde
Renilson de Souza (2017) OSS são mais eficazes, mas maioria dos entes públicos que celebram contratos de gestão não sabe o que está fazendo.
O Brasil e o "Senhor das Moscas"
Cristóvão Tezza (2017) Em muitos aspectos, a história do livro do inglês William Golding parece uma fábula sobre o Brasil contemporâneo.
Para Xi, o momento da China já chegou
Humberto Saccomandi (2017) Presidente se afasta de recomendação de Deng e expõe poder.
Outro surpreendente Nobel de Economia
Robert Schiller (2017) O programa de pesquisas de Richard Thaler tem sido compassivo e fundamentado, e ele definiu uma trajetória de pesquisas para jovens estudiosos e engenheiros sociais que assinala o início de uma revolução científica real e duradoura.
Janela
Antonio Prata (2017)
No Brasil, desigualdade e corrupção se reforçam mutuamente
Thiago Krause (2017) Em resposta a artigo de Jessé Souza (22/9), autor afirma que escravidão e corrupção são aspectos indissociáveis na nossa história. Argumenta que as desigualdades moldadas no passado escravista se reproduziram e se transformaram dentro de um consórcio da elite com o Estado, num arranjo hoje enfrentado pela Lava Jato.
A nova normalidade da economia
Roberto Giannetti da Fonseca (2017) Para vislumbrar o retorno ao crescimento sustentável, há tarefas que ficarão na pauta para o futuro próximo.
Crescimento sem industrialização?
Dani Rodrik (2017) A agricultura teve papel fundamental na África por si só e também ao impulsionar mudanças estruturais que ampliam o crescimento. Diversificação e adoção de novas técnicas de produção podem transformá-la em atividade virtualmente moderna.
Autora faz retrato apaixonado de Ruy Guerra em biografia
Sergio Rizzo (2017) Resenha livro de Vavy Pacheco Borges.
Tributo verde cresce no continente, mas sai do radar brasileiro
Andrea Vialli (2017) O que há em comum entre México, Chile e Colômbia, além da colonização hispânica? Esses países latino-americanos foram pioneiros em alterar sua política fiscal para precificar emissões de carbono como forma de estimular a economia mais limpa.
Rocinha e Brasília
Luís Francisco Carvalho Filho (2017) Desde a Rio-92, as Forças Armadas têm sido sistematicamente convocadas para a "garantia da lei e da ordem". O arcabouço jurídico das operações foi sancionado por FHC, os manuais e protocolos de atuação foram desenvolvidos nos governos petistas: a sensação é a de que o chamamento dos militares tende a se perpetuar, deixando de ser episódico, delimitado no tempo.
Morte de Cancellier é um desencanto
Elio Gaspari (2017) Guimarães Rosa ensinou: "As pessoas não morrem, ficam encantadas". O reitor Cancellier tornou-se um desencanto para o Brasil da Lava Jato.
Regresso à média
Antonio Delfim Netto (2017) Depois de 1994, o mundo cresceu 2,7% ao ano; o Brasil, 1,3%.
O papel do petróleo e do gás no passado e futuro estratégico da Rússia
José Luís Fiori (2017) Quarto artigo de uma série sobre conjuntura internacional.
The teaching of economics gets an overdue overhaul
The Economist (2017) Students are forced to grapple with the real world from the very beginning of their courses.
China's audacious and inventive new generation of entrepreneurs
The Economist (2017) Industries and consumers around the world will soon feel their impact.
Desigualdade no Brasil é maior do que se pensava
Ricardo Balthazar (2017) Novos trabalhos acadêmicos lançam dúvidas sobre alcance das transformações sociais durante os anos petistas. Dados recentes sugerem que a desigualdade no Brasil é ainda maior do que se imaginava. Diferenças metodológicas explicam os resultados divergentes dos estudos e apontam a necessidade de mais pesquisas.
Fantasias antropocênicas
José Eli da Veiga (2017) O aquecimento global não foi a primeira mudança abrupta a colocar em xeque o processo civilizador.
Sem remorso
Ricardo Balthazar (2017) Delatores da Lava Jato não mostram arrependimento dos seus crimes.
Vigaristas do bem
Márcio Chaer (2017) A exaltação aos protagonistas do fenômeno apelidado Operação Lava Jato não faz justiça a um herói quase anônimo dessa história: os jornalistas, que deixaram a cômoda posição de meros observadores para se tornarem participantes ativos do processo.
Onze homens sem uma sentença
Fernando Limongi (2017) Quem deveria arbitrar conflitos entrou de corpo e alma na briga.
Porque os mercados subestimam o risco
Jeffrey Frankel (2017) Talvez os investidores venham a reavaliar os riscos que afetam a economia hoje, e o Vix, o 'índice do medo', se ajustará. Mas se a história pode servir de guia, isso não acontecerá até que o choque negativo, seja lá qual for, efetivamente chegar.
A desigualdade caiu no Brasil?
Naércio Menezes Filho (2017) A diferença entre a classe média e os mais pobres caiu, entre os ricos e a classe média aumentou.
Escravidão, e não corrupção, define sociedade brasileira
Jessé Souza (2017) Escravidão, e não corrupção, define sociedade brasileira.
Ciência repensa o cérebro e mostra que ele não é feito para mudar de ideia
Hélio Schwartsman (2017) Segundo algumas novas hipóteses, a lógica é apenas um artifício retórico para persuadir, e nosso cérebro evoluiu de forma a nos convencer de que sabemos mais do que sabemos.
Redes sociais criam bolhas ideológicas inacessíveis a quem pensa diferente
Ethan Zuckerman (2017) Estudo conduzido pelo Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT) mostra como as redes sociais reforçam a propensão humana a buscar informações que se alinhem a ideias preconcebidas. Autor diz que a interação com notícias partidarizadas fortalece sensação de pertencimento a grupos identitários.
A transformação mundial e a ressurreição russa do século XXI
José Luis Fiori (2017) Terceiro artigo de uma série sobre conjuntura internacional.
Capitalismo e democracia, casal estranho
Martin Wolf (2017) A ligação não é apenas empírica. A democracia e o capitalismo repousam num ideal de igualdade: todos podem participar da tomada de decisões políticas e atuar o melhor possível no mercado. Essas liberdades eram revolucionárias há não muito tempo atrás.
Voltar a Marx nunca foi tão necessário
Nick Nesbitt (2017) Nick Nesbitt afirma que nem a esquerda nem os neoliberais têm explicação adequada para a atual transformação do capitalismo, com a automatização da produção e a substituição quase completa da mão de obra humana. Para ele, é urgente voltar a "O Capital", de Marx, cujo primeiro volume completa 150 anos.(Entrevista)
 
 
 
 
 

 

© Direitos Autorais Bresser-Pereira
São Paulo - SP | ceciliaheise46@gmail.com

 

Desenvolvido pela E-Xis | www.e-xis.com.br