PUBLICIDADE  
 
 
 
HOME SOBRE BRESSER-PEREIRA PÁGINA NO FACEBOOK
BONS ARTIGOS QUE LI BONS FILMES QUE ASSISTI

BRAZILIAN JOURNAL OF POLITICAL ECONOMY

OLHAR O MUNDO FALE CONOSCO
 
  Tipos de trabalhos  
 

Livros
Livros na íntegra
Livros organizados (edited)
Papers
Pequenos textos, prefácios, etc.
Texto para Discussão
Artigos de jornal & Entrevistas
Principais Entrevistas
Notas no Facebook
Cartas
Críticas de Cinema
Documentos & Relatórios
Programas / Syllabus
Apresentações / Slides
Vídeos e Áudios

Quem é/Who is

A guide to my work
Currículos / CVs
Short cv & bio
Textos autobiográficos
Sobre Bresser-Pereira

Outros idiomas

Works in English
Weekly Columns
Oeuvres en Français
Trabajos en Español

Método

Método científico

Novo Desenvolvimentismo

Novo Desenvolvimentismo (textos básicos)
Desenvolvimentismo Clássico (textos básicos)
Novo Desenvolvimentismo (economia política)
Novo Desenvolvimentismo (teoria econômica)
Novo Desenvolvimentismo (aplicado)
Novo Desenvolvimentismo (contribuições e críticas de terceiros)

Sociedade-Capitalismo

Teoria social - textos básicos
Teoria social (todos)
Capitalismo e modernidade
Classes e tecnoburocracia
Revolução Capitalista e ...
Revoluções, Revoltas e Movimentos
Globalização
Organização administração
Estatismo e URSS

Política

Teoria política - textos básicos
Teoria política (todos)
Teoria do Estado
Sociedade civil
Republicanismo e direitos de cidadania
Teoria da Democracia
Ciclos do Estado
Populismo político e econômico
Nação e nacionalismo
Social democracia e esquerda
Neoliberalismo e globalismo
Interpretações do Brasil
Pactos políticos e coalizões de classes - Br
Democracia no Brasil
Teoria da Dependência
História intelectual
Perfis individuais
Política Externa - Br
Burocracia pública - Br
Empresários e administradores - Br
Reforma da universidade
Conjuntura Política - Br
Reforma Gerencial - Teoria
Reforma Gerencial - Brasil

Economia

Teoria econômica - Textos básicos
Teoria econômica (todos)
Teoria do Desenvolvimento Econômico
Crítica da teoria neoclássica
Desigualdade e Distribuição
Teoria macroeconômica
Política e Economia
Câmbio e poupança externa
Câmbio e Doença Holandesa
Câmbio e crescimento
Crises econômico-financeiras
Dívida externa
Investimentos e taxa de lucro
Inflação
Inflação inercial
Comércio e integração
Economia mundial
Crise global de 2008
Desenvolvimento econômico - Br
Macroeconomia do Brasil
Populismo econômico - Br
Desindustrialização - Br
Crise fiscal do Estado - Br
Planos de estabilização - Br
Plano Bresser
Desigualdade e política social
Conjuntura Econômica - Br

Países e regiões

Relações internacionais
América Latina
Argentina
Estados Unidos
Europa

Trabalhos de terceiros

Bons artigos que li recentemente
Reforma Gerencial - Terceiros
Cursos
Debate sobre "Crescimento com Estabilidade"(2001)

Ações / Ministérios

Ministério da Fazenda
Plano Bresser
MCT Ministério da Ciência & Tecnologia
Fundação Getulio Vargas, São Paulo


Documentos sobre a Reforma



Ações / Ministérios

MARE - Reforma Gerencial do Estado

MARE

Documentos da Reforma
Reforma Gerencial - Teoria
Reforma Gerencial - Brasil
Reforma Gerencial - Terceiros
Agências Executivas e Reguladoras
Organizações Sociais
Trabalhos sobre Direito Administrativo
Gestão da Saúde
Gestão da Educação
Implementação Nível Federal
Implementação São Paulo
Implementação Minas Gerais
Implementação Outros Estados
Bibliografia da Reforma da Gestão Pública
Plano Diretor e Emenda Constitucional
Cadernos MARE
América Latina: Declaração de Madri (Clad)
Leis sobre Organizações Sociais
 
 
 

 

Agências Executivas e Reguladoras


  Documentos 1 a 25 de 25
Serviços sociais do Estado (Folha, 8.10.07)
2007. The "state foundations" (fundações estatais)are welcome because they show that the Lula administration accepted the "social organizations" concept to offer social and scientific services. Yet, public hospitals should be transformed immediately in social organizations, instead of waiting that the new law is approved. (Article Folha de S.Paulo).
Escola charter Escolas privadas com funcionamento público
2007. Charter schools do not prove superior to topic schools. (Article Valor)
Descontrole na saúde
2007. Editorial O Estado de S.Paulo
A ciência e o Supremo
2007. Escreve Rogério Cerqueira Leite.
Avanço na saúde
2007. Editorial de O Estado de S.Paulo.
Retrocesso na Saúde
2006. Editorial Estado de S.Paulo. Artigo sobre Organizações Sociais (OSs) para serviços de administração de unidades de saúde da rede pública - Prefeitura de São Paulo. (Jornal: Estado de S.Paulo)
Organizações Sociais de Saúde
2006. Leia Editorial de O Estado.
A lei das OSs é um PAS de casaca
2006.
Pinacoteca ganha administração autônoma
2005. Fabio Cypriano. A Pinacoteca do Estado é o primeiro museu no Estado de São Paulo que passa a funcionar segundo o esquema das Organizações Sociais. (Jornal: Folha de S.Paulo)
Contratualização e eficiência no setor público: as organizações sociais
2005. Flávio Carneiro Guedes Alcoforado. Este artigo tem como objetivo expor e discutir sobre os tipos de contratualização de resultados que vem sendo utilizados no Brasil, especialmente no Governo do Estado de São Paulo. (Paper: X Congreso Internacional del CLAD)
Organizações sociais a experiência da Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo
2005. Marcio Cidade Gomes. O texto relata o processo institucional, o cenário e, particularmente, a seqüência de ações que culminaram, no momento atual, em dezesseis serviços de saúde sob Contrato de Gestão. (PaperIn Levy Drago (orgs.), Gestão Pública no Brasil Contemporâneo. São Paulo FUNDAP, pp.164-84).
Hospitais e Reforma (Folha, 28.03.05)
2005. If the Rio de Janeiro hospitals were transformed into competitive social organizations, as is was done sucessfully with 15 hospitals in São Paulo, they would probably not confront the present crisis. (Article: Folha de S.Paulo, 28.3)
Nova gestão pública e accountability o caso das organizações sociais paulista
2003. Hironobu Sano. Dissertação apresentada ao Curso de Pós-graduação na FGV/EAESP (FGV/EAESP).
Quem tem medo da organização social?
2003. Renowned academic, Rogério Cezar de Cerqueira Leite says that the Social Organizations are the institutional solution for the Brazilian universities (Folha de S. Paulo, 14.02.2003).
O modelo ‘Organizações Sociais‘: lições e oportunidades de melhoria
2003. Tomás de Aquino Guimarães. Sugestões de aperfeiçoamento do modelo Organizações Sociais a partir da análise da sua natureza jurídica e da sua gestão de recursos humanos e financeiros. (Paper: Revista do Serviço Público).
Manifestações da Crise
2001. The "fundações de apoio" existing in each public university are a symptom that these state organizations should be transformed into social organizations. (Folha de S.Paulo,17.11.01).
Entrevista sobre Organizações Sociais (UFPE, 16.03.01)
Entrevista a Carlos Augusto Guimarães, estudante do mestrado em ciência política da UFPE, 16 de março de 2001.
Fortaleza na rota das artes com Dragão do Mar e Alpendre
2000. Juliana Monachesi. O Dragão do Mar, gerido por uma organização, é o maior trunfo do projeto de colocar Fortaleza no circuito cultural do país. (Jornal Folha de S.Paulo)
Nem privado nem estatal: em busca de uma nova estratégia para a provisão de serviços públicos
1998. Carlos Antonio Morales. Argumentos que demonstrem a importância de se reformar as relações do Estado com a sociedade para que a reforma do aparelho do Estado tenha sucesso. (Paper: Revista do Serviço Público).
Reforma do marco legal do terceiro setor no Brasil
1998. Paulo Modesto.
As organizações sociais na reforma do estado brasileiro
1998. Maria Inês Barreto. (O Público Não-Estatal na Reforma do Estado)
Organizações sociais, instituições federais de ensino superior e autonomia universitária
1997. Eduardo da Silva Pereira. Proposição de modelos alternativos de organização das Instituições Federais de Ensino Superior (IFES) propostos pelo Ministério da Administração e Reforma do Estado (MARE). (Paper Revista do Serviço Público).
Reforma administrativa e marco legal das Organizações Sociais no Brasil
1997. Paulo Modesto. As diferenças e semelhanças entre as organizações sociais e as entidades de utilidade pública no Brasil, as organizações sociais de processos, privatização e terceirização. (Paper Revista do Serviço Público).
Organização dos usuários e participação na gestão e controle das Organizações Sociais
1997. Marianne Nassuno. O artigo discute a participação dos usuários na gestão das Organizações Sociais, prevista num projeto da reforma do aparelho de Estado atualmente em curso. (Paper Revista do Serviço Público).
As organizações sociais (Folha, 22.05.95)
1995. Social organizations are the third-sector s public non-state institutions that are supposed to execute social and scientific studies financed by the State. (Article Folha de S.Paulo)
 
 
 
 
 

 

© Direitos Autorais Bresser-Pereira
São Paulo - SP | ceciliaheise46@gmail.com

 

Desenvolvido pela E-Xis | www.e-xis.com.br