Luiz Carlos Bresser-Pereira
Folha de S.Paulo, 28.3.2005

Para que a eficiência se alie à boa qualidade dos serviços, a moderna gestão pública ensina que a propriedade dos hospitais não pode ser estatal, nem deve privada: deve ser pública não-estatal, ou seja, deve caber a entidades sem fins lucrativos da sociedade civil.