Filtrar por:

Mercado interno para quem? (Valor, 29.5.12)

2012. 34% do incremento da demanda agregada no Brasil foi atendido por importações nos anos de 2010 e 2011 (Article with Nelson Marconi).

A estadista em construção (Folha, 21.05.12)

2012. Muitos serão os desafios que Dilma enfrentará; não sabemos quanta fortuna terá, mas que terá 'virtù'. (Articles: Folha de S.Paulo)

A stateswoman in the making (Folha, 21.05.12)

2012. There will still be many challenges for Dilma Rousseff to face; we ignore how much fortuna she will have, but we already know that she will have virtù. (Articles: Folha de S.Paulo)

Dilma Rousseff; la 
estadista en construcción


2012. Muchos serán los desafíos que Dilma
enfrentará; no sabemos cuánta 
fortuna tendrá, pero tendrá 'virtú' (article: LaOnda digital).

Saving the euro or saving Europe (Folha, 07.05.12)

2012. We are aware that the fiscal austerity policy is wrong. A problem which in its origin is not fiscal (Articles: Folha de S. Paulo)

Salvar o euro ou salvar a Europa (Folha, 07.05.12)

2012. Política de austeridade fiscal está equivocada; ataca-se um problema que na origem não é fiscal. (Articles: Folha de S.Paulo)

A Argentina tem razão (Folha, 23.04.12)

2012. Não faz sentido deixar sob controle estrangeiro um setor estratégico para o desenvolvimento do país (Articles: Folha de S.Paulo, 23.04.12)

Sobre el control de YPF, la Argentina tiene razón

2012. (Article: LaOnda No tiene sentido dejar bajo control extranjeroun sector estratégico para el desarrollo del país.

Ciência versus intuição (Folha, 09.04.12)

2012. Não é surpreendente que os países asiáticos tratem de administrar taxa de câmbio e não incorrer em déficit. (Article: Folha de S.Paulo)

Science versus intuitive knowledge (Folha, 09.04.12)

2012. It is not surprising that the fast-growing Asian countries try to manage their exchange rate and not to incur current account deficits. (Articles: Folha de S.Paulo)

Desprotecionismo e desindustrialização (Valor, 29.3.12)

2012. Pode-se discutir o câmbio adequado, mas a apreciação é grande, a indústria perde terreno e o país cresce pouco (Article: Valor)

Quem “salvará o mundo”? (Folha, 26.03.12)

2012. Dirigentes dos países ricos não lograram convencer países em desenvolvimento a apreciar suas moedas. (Articles: Folha de S.Paulo)

Who “will save the world”? (Folha, 26.03.12)

2012. The leaders of rich countries were not able to persuade those countries to appreciate their currencies. (Articles: Folha de S. Paulo)

Será Putin tão mau assim? (Folha, 12.03.2012)

2012. Ele liderou a retomada econômica do país e fez os cidadãos voltarem a ter orgulho de serem russos. (Articles: Folha de S.Paulo)

Could Putin be that “bad”? (Folha, 12.03.12)

2012. He not only headed the resumption of economic development for his country; he also made Russians once again proud of being Russian. (Articles: Folha de S. Paulo)