Luís Nassif
Coluna Econômica, 13.1.2012.

A chama que na Inglaterra abriu espaço para o florescimento de manufaturas sem fim foi o câmbio desvalorizado.